Pavimentação com Solos Lateríticos

 

Autores: 

                 Douglas Fadul Villibor

                 Job Shuji Nogami

                 Manoel Henrique Alba Sória

                 Glauco Tulio Pessa Fabbri

Resumo:

Este relato contém um breve histórico do uso de solos lateríticos na pavimentação no Estado de São Paulo, e uma apreciação sobre estudos geotécnicos de materiais para subleito, sub-base e base. Ressaltam-se os métodos de identificação de solos e a classificação MCT, que identifica o comportamento laterítico e permite prever as propriedades dos solos como camada integrante do pavimento. Expõem-se as possibilidades de melhorias do subleito por compactação e discute-se sua drenabilidade quando compactados. Quanto ao uso em sub-bases e bases, é feita uma distinção entre materiais  argilosos e arenosos. Relata-se o estágio tecnológico atual da pavimentação com base de solo arenoso fino laterítico, ressaltando-se as diferenças em relação à técnica construtiva tradicional. Aborda-se o uso de solo-brita com solo laterítico e processos de escolha de materiais. Relatam-se as experiências com bases de solo-cal e com base argilosa com cravamento de brita. Finalmente discute-se a extensão da aplicação das bases que usam o SAFL para outras condições de tráfego e clima.

Retirado de: Solos do interior de São Paulo. ALBIERO, J.H.; CINTRA, J.C.A. (editores). ABMS, São Paulo, 1993, Capítulo 11.

Faça o download deste trabalho: PAVIMENTAÇÃO COM SOLOS LATERÍTICOS

Participe, faça um comentário

  • +Lidos
  • Últimos
  • +Comentados
  • Tags
  • Assine